Blog

  • aniversário de são bento do sapucaí_pousada do quilombo_foto erik cunha.png
  • aniversário de são bento do sapucaí_pousada do quilombo_foto geraldo francisco da silva 2.png

16 de agosto: aniversário da terrinha

Hoje nossa terrinha está comemorando 187 anos! Que tal aproveitar a data para saber um pouco mais sobre a história da cidade?

A fundação de São Bento do Sapucaí remonta ao tempo do bandeirantismo, quando os paulistas de Taubaté galgavam a Serra da Mantiqueira e, pelo caminho, seguindo o curso do Rio Sapucaí, alcançavam o território de Minas Gerais.

Gaspar Vaz da Cunha foi um dos primeiros bandeirantes a se fixar no Vale do Sapucaí e, após ele, muitos subiram a Serra e aqui se estabeleceram em vastas fazendas, onde desenvolveram a criação e o comércio de gado na região. Dentre esses fazendeiros, destacou-se José Pereira Alves, o fundador da cidade, que adquiriu terras na região que hoje conhecemos como Sapucaí-Mirim e se instalou com os familiares e escravos.
Contando já com um povoado com cerca de 270 pessoas divididos em grupos, surgiu a necessidade de ter um padre que lhes ministrasse os sacramentos e de uma igreja para se reunirem na celebração a religião. Foi então que José Pereira Alves doou terras para construir uma capela, onde se acha hoje a Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Em seguida, doou mais um pedaço de suas terras para ser erguida uma capela em louvor a São Bento, cuja imagem achava-se na capela da Guarda Velha, um pouco distante do povoado.

Fundada em 16 de agosto de 1832, nome da cidade está ligado ao Rio Sapucaí, que, na linguagem indígena, significa “rio que grita”. Logo foi escolhido o santo padroeiro do município, São Bento, fundador da ordem dos Beneditinos, em franca expansão no Brasil na época. Há também a versão tradicional e popular que São Bento foi o santo escolhido como padroeiro por sugestão dos escravos e colonos em virtude da proliferação de cobras venenosas na região.

Apesar de toda religiosidade, o povo sambentista é um tanto quanto místico, mantendo suas crenças, costumes e lendas que formam o folclore da região. Essas manifestações folclóricas se traduzem em danças, cantigas e artesanato, destacando-se a Catira, a Congada de São Benedito e o Carnaval com as figuras do Zé Pereira e da Maria Pereira, bonecos gigantes inspirados no folclore nordestino. 

Cercada de belezas naturais, São Bento do Sapucaí é o berço do Complexo Pedra do Baú, um dos pontos turísticos mais famosos do Estado, o que levou a cidade a ser um dos destinos de turismo de aventura mais procurados na região sudeste. Pacata por natureza, a cidade também acolhe visitantes em busca de paz, conforto e tranquilidade em meio às montanhas da Mantiqueira. E foi neste ambiente que Lamartine Babo se inspirou para compor a canção “No Rancho Fundo”, quando aqui se achava para tratamento de saúde, usufruindo das propriedades curativas do nosso clima.

Por tudo que oferece, São Bento do Sapucaí pode ser considerada como uma cidade onde se vive em paz com a natureza! ;)