8 JUL

Pousada do Quilombo guarda relíquias da Revolução de 32

Date: 08/07/2021

São Bento do Sapucaí ilustra em sua história um importante papel na Revolução Constitucional de 1932: foi palco de combates travados entre paulistas e mineiros. Por ser a última cidade do estado de São Paulo e ao Sul de Minas Gerais, a região era estratégica para o movimento armado ocorrido em São Paulo entre os meses de julho e outubro daquele ano, que tinha por objetivo a  promulgação de uma nova constituição para o Brasil.

Ao chegarem na cidade, os militares abriram trincheiras, um tipo de fosso que servia de parapeito e abrigo aos combatentes, que tinham o objetivo de impedir o avanço das tropas federais. Quase 70 anos depois do fim da Revolução, que teve um resultado desfavorável para os paulistas, teve início a construção da Pousada do Quilombo.


No início das obras, a surpresa: foram encontrados diversos objetos militares, como ferramentas, resquícios de granada, documentos de soldados, medalhas, cartas, armas e capacetes, além de uma  longa trincheira, ainda bem preservada, para defender os soldados paulistas. Em cima dessa trincheira ergueu-se o Trincheira, restaurante localizado dentro da pousada.


Muitos desses objetos da Revolução de 32 foram reunidos em um pequeno museu, feito de pau-a-pique nas dependências do hotel, que além das relíquias encontradas no local conta com algumas matérias de jornais da época para contar um pouco da história do país e da região. Uma atração turística imperdível para quem nos visita!